Coleta seletiva de lixo é tema de projeto finalista do Geração Atitude 2018

Na casa onde o estudante Daniel Cosmo Chomen mora, na zona rural de Prudentópolis, parte do lixo comum serve de adubo e de alimento para os animais criados pela família. Já o lixo reciclável não tem destino na pequena propriedade, a pouco mais de 200 quilômetros de Curitiba. E foi pensando nisso que o adolescente criou o seu projeto finalista do programa Geração Atitude 2018.A proposta de Daniel, de apenas 14 anos de idade, ficou entre as 32 classificadas. No total, houve 500 inscritos no programa promovido pela Assembleia Legislativa a estudantes da rede estadual de ensino do Paraná, em parceria com o Ministério Público estadual e com apoio do Governo do Estado e do Tribunal de Justiça.A ideia do aluno do Colégio Estadual do Campo Prefeito Antonio Witchemichen é instituir a obrigatoriedade da coleta de lixo reciclável nas escolas públicas do Paraná. “Na cidade é mais fácil, mas onde eu moro não tem esse tipo de serviço da prefeitura”, explicou o estudante. De acordo como o projeto, haverá um prazo para os alunos entregarem na escola o lixo reciclável coletado nas próprias instituições de ensino e em suas residências. Esse lixo seria comercializado e o lucro obtido usado em benefício da escola. Chimarrão – A professora Eliane Schuber Barabasz foi quem apresentou o Geração Atitude aos alunos da escola. Após cada um desenvolver seu projeto, os temas foram discutidos em uma roda de conversa batizada de ‘Chimarrão, Pinhão e Cidadania’. “Houve o incentivo da direção da escola para participarmos. Foi muito bacana, pois pudemos debater questões importantes e ainda socializar com os alunos”, explicou.Segundo a docente, a iniciativa ajudou a explicar um pouco o funcionamento da política. “O brasileiro não tem uma educação política e fez os alunos pensarem, se envolverem e reconhecerem que fazem parte desse processo político”, acrescentou.Atitude – O Geração Atitude é um grande programa desenvolvido pela Assembleia Legislativa do Paraná em parceria com o Ministério Público estadual, com apoio da Secretaria de Estado da Educação, do Tribunal de Justiça e da Assessoria Especial da Juventude do Governo do Estado. Ele visa essencialmente promover a participação social e despertar o interesse dos jovens por temas como cidadania, democracia, política, eleições, voto consciente e o papel das instituições.Ações específicas, como o Geração na Escola, envolvem um conjunto de atividades voltadas à formação cidadã, apoiadas em planos de aula relativos ao exercício da cidadania, que são definidos em linguagem simples e direta através do Guia do Cidadão, cartilha de 68 páginas discorrendo sobre democracia, política, eleições, direito ao voto, entre vários outros temas. A cartilha pode ser acessada por qualquer interessado pelos sites da Assembleia Legislativa e do Ministério Público estadual.  
21/09/2018 (00:00)

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:
Visitas no site:  18920
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia